sexta-feira, 30 de abril de 2010

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: MENSAGEM AOS FUNCIONÁRIOS DO MUNICÍPIO DE ITAGUAÍ



COM SEU TRABALHO, CONSTRUÍMOS NOSSA HISTÓRIA.

Dia do Trabalho

No espreguiçar do amanhecer,


A aurora abraça o sol,


Acordando homens e mulheres,


Para os exercícios no arrebol.


Todos correm para os campos da vida,


Na diversidade de suas diferenças.


Com mão no arado, pisam forte


Exultando suas crenças.


Valentes,


Erguem em seus braços,


Bandeiras ferramentas,


No quilate responsabilidade


No uso a função que alenta.


Seja caneta, bisturi,enxada ou mesmo um liberal,


Não importa o instrumento,


Todos trabalham igual.


Dignificando o tempo,


Marcham ao encontro do promissor,


Prosperidade para o amanhã


,Recompensa do labor.


Abençoadas são as mãos do trabalhador.

Autor: Jair Martins


Tem dias que a gente acorda, cheio de energia, e 24 horas parecem insuficientes para executarmos todas as nossas metas;Em outros momentos, reduzimos o ritmo e o desânimo toma conta;Mas, há aqueles dias em que sentimos que tudo vale à pena, e que não estamos aqui por acaso;Temos uma missão, pessoal e profissional, que nos motiva a enfrentar os desafios e pensar: ESTOU FAZENDO O MELHOR! Funcionários, o 1º de maio, é o Dia do Trabalhador, e vocês, com certeza, são muito importantes para o Município de Itaguaí.

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: CIEP 300 MUNICIPALIZADO PREF. VICENTE CICARINO - NOVA DIREÇÃO.

Direção. Profª. Rita Monteiro
Diretor Adjunto. Prof°. Nilo Porto


Primeira reunião do Conselho Escolar

Ata.

Aos dez dias do mês de março do ano dois mil e dez, às treze horas, deu-se início a reunião do Conselho Escolar desta U.E, já com a presença e participação ativa dos dois novos membros,Profª. Rita Monteiro (nova Dirigente da escola) tomando posse como Presidente, substituindo Profª. Luciana Leite, e Prof°.Nilo Porto (novo Dirigente Adjunto da escola) substituindo Profª. Alecsandra Teixeira como Vice Presidente.
O Secretário Luiz Cláudio fez a leitura da Ata anterior, em seguida relatou atividades realizadas pelo Conselho desde sua fundação, seu significado, calendário e concertos.
Foi colocado sujeito a aprovação, temas ainda não abordados na Experiência Exitosa, e após aprovação de todos os presentes, foram escolhidos três temas, que são eles: Conselho Escolar e o acompanhamento da aprendizagem na escola; Conselho Escolar e a articulação com outros Conselhos; Conselho Escolar e o controle social dos recursos financeiros da escola.
A nova Presidente (Profª.Rita Monteiro) comentou sobre a inviabilidade em se fazer à visita domiciliar, onde todos concordaram com a colocação feita.
Ao formular o cronograma de reuniões do corrente, os conselheiros aprovaram a mudança de horário e dia. Onde reuníamos o grupo as segundas 2ª feira do mês, nos reuniremos à última 4ª feira do mês, e não mais as treze horas, mas às dezessete horas, salvo algum imprevisto.
Conforme a aprovação dos conselheiros, o cronograma de reuniões do ano corrente é o seguinte: 28/04, 26/05, 22/06 (terça feira), em julho não haverá reunião por não haver dia disponível no calendário, 04/08, 29/09, 27/10, 17/11 e 08/12.
No projeto de ações do ano corrente serão mantidos todos os eventos já realizados, somados aos novos que ainda estão sendo elaborados, e que em breve serão colocados em prática.
Não havendo nada mais a tratar, a reunião foi encerrada com a assinatura dos presentes.




Secretário do Conselho Escolar e Coordenador responsável pelas postagens. Luiz Claudio


Concluindo, comunga-se com as palavras de Gadotti (1998, p. 90) que alia ao papel social de professores e professoras esperança em um futuro melhor para a educação brasileira:

Ao novo educador compete refazer a educação, reinventá-la, criar as condições objetivas para que uma educação realmente democrática seja possível, criar uma alternativa pedagógica que favoreça o aparecimento de um novo tipo de pessoas, solidárias, preocupadas em superar o individualismo criado pela exploração do trabalho. Esse novo projeto, essa nova alternativa, não poderá ser elaborado nos gabinetes dos tecnoburocratas da educação. Não virá em forma de lei nem reforma. Se ela for possível amanhã é somente porque, hoje, ela está sendo pensada pelos educadores que se reeducam juntos. Essa reeducação dos educadores já começou. Ela é possível e necessária.




Espera-se que os profissionais da educação do CIEP. 300 acreditem nessa força que Gadotti lhes deposita, e desejem realmente participar da construção de uma nova educação para um novo mundo.

Direção. Profª. Rita Monteiro
Diretor Adjunto. Prof°. Nilo Porto

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E. M. Vereador Taciano Fernandes Nunes - Gestão Democrática e Participativa

NOSSA MISSÃO

Promover ao aluno acesso ao conhecimento sistematizado, construindo parcerias com a comunidade no sentido de construir uma relação interativa, integral e interdependente.


Gestão Democrática e Participativa

Quando se reflete sobre o papel da Educação na sociedade atual nos deparamos com a necessidade de serem instituídas novas formas de organização do trabalho educativo garantindo assim formas alternativas e participativas no processo de gestão escolar.

A integração da escola na sociedade traz então novos desafios e exige que a escola conheça e vivencie problemas que a comunidade local enfrenta e ao mesmo tempo a convida para que, esta efetive sua participação nos rumos que se pretende tomar.

Ao considerar esta realidade, deve-se destacar a relevância do princípio da participação colegiada na escola, ou seja, as diversas formas da presença de vários segmentos internos e externos à escola nos processos decisórios do Projeto Pedagógico, como sua elaboração e avaliação garantindo as situações de aprendizagem. Nessa perspectiva, os Conselhos Escolares em seus diversos campos de atuação priorizam a democratização da escola.

Equipe de Direção
E. M. Vereador Taciano Fernandes Nunes

Av. Gov. Mario Covas, s/n.º - Jamelão
tel:3782-9999 - Cep: 23800-000

E.mail.
escolatacianofernandes@itaguai.rj.gov.br

Diretora Geral – Profª. Vilma Ferreira de Almeida
Diretora Adjunta – Profª. Patrícia Dias Vieira

CRENÇAS E VALORES

Considerando a importância de atitudes que ajudarão a promover uma educação participativa e cidadã, acreditamos que:
· A união de ideais comuns e esforço coletivo conduz ao sucesso.
· Com comprometimento dedicação alcança-se objetivos.
· Um planejamento diversificado, criativo e comprometido com a realidade do educando contribui para um aprendizado significativo.
· Competência constrói-se com estudo e pesquisa.
· A ética nas relações interpessoais visando os aspectos, moral, comportamental, e profissional transforma a família, o bairro, a escola, a cidade e o país.
· Com humildade, companheirismo e responsabilidade será possível construir nossa escola.


"Educar a inteligência é dilatar o horizonte dos seus desejos e das suas necessidades." (James Russell Lowell)

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Escola Municipal Antônio Tupinambá - A importância do Conselho Escolar


A importância do Conselho Escolar

O Conselho Escolar tem a importância no âmbito escolar e na comunidade, pois a integração gerada pelo Conselho com a participação da comunidade escolar ( responsáveis, alunos, professores,direção, funcionários e comunidade) , remete a educação para um patamar de democratização, onde o crescimento qualitativo e quantitativo leva a educação para onde desejamos. Quando se faz parte, valorizamos mais e buscamos melhorar sempre, a escola representa família de um município, se a família estiver bem à comunidade também estar, se a escola cresce o município cresce. O que uma comunidade mais precisa e deseja é o “crescimento”, em seu sentido mais amplo e valorizado.

Escola Municipal Antônio Tupinambá
Endereço: Rua Julio Verne s/nº Qd . 45 – Vila Margarida –Itaguaí- RJ
CEP.: 23835-00Tel.: 26881892

E-mail :
escolaantoniotupinamba@itaguai.gov.rj

Direção :Profª. Naldete Aparecida Pereira
Diretora Adjunta. Profª. Edenir R. Maia dos Santos

Coordenadora responsável pela postagem: Sônia Iara Amaral Figueiredo


“Educar é amar, pois quem ama respeita, cuida, ensina e aprende.”
(autor desconhecido)

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - ESCOLA MUNICIPAL SEVERINO SALUSTIANO DE FARIAS - Educação + Instrução = Amor


Nossa Missão

Promover um ensino de excelência visando às perspectivas humanas, atendendo as mudanças técnicas, culturais e sociais.
Educação + Instrução = Amor

A Educação engloba os processos de ensinar e aprender. É um fenômeno observado em qualquer sociedade e nos grupos constitutivos destas, responsável pela sua manutenção e perpetuação a partir da transposição, às gerações que se seguem, dos modos culturais de ser, estar e agir necessários à convivência e ao ajustamento de um membro no seu grupo ou sociedade.
ESCOLA MUNICIPAL SEVERINO SALUSTIANO DE FARIAS

ESTRADA RAIZ DA SERRA, S/N, TEIXEIRA, ITAGUAÍ
RJ CEP 23830-000 - TEL.: 2687-6895

E-MAIL: escolaseverinosalustiano@itaguai.rj.gov.br

DIREÇÃO: PROFª. VALÉRIA PORTO CEZÁRIO
DIRETORA ADJUNTA. PROFª. SÔNIA ISABEL VALENTIM COSTA MURA

COORDENADOR RESPONSÁVEL PELA POSTAGEM DA U.E.ANA PAULA XAVIER
Conjunto de Crenças e Valores

Acreditamos que somos uma organização desafiadora, participativa e comprometida, exercendo assim ações democráticas com responsabilidade social, o que nos torna uma referência.

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: ESCOLA MUNICIPAL PROFª SEVERINA DOS RAMOS DE SOUSA - "Responsabilidade Social”

Uma escola deve começar a exercer as sua responsabilidade social junto a seus alunos, funcionários, professores. Esta é a melhor forma de educá-los para cidadania


A educação, por si própria, não tem sentido. Educação é meio, e não fim, pois a escola não trabalha para si mesma. Em As novas realidades, Peter Drucker afirma que a educação moderna rejeitou os valores morais,e essa rejeição trouxe como conseqüência a transmissão de valores errados:indiferença,irresponsabilidade,cinismo. Não há educação sem valores morais. O trabalho mais significativo, em nossos dias , diz ele, será definir quais são os valores morais da educação numa sociedade instruída,educar com esses valores e estar fortemente comprometido com eles.

ESCOLA MUNICIPAL PROFª SEVERINA DOS RAMOS DE SOUSA

RUA: EVELINA REIS COM GENY REIS SN° CEP:
VILA GENY - COROA GRANDE
TEL: 21-2687-0929

DIREÇÃO: Profª OTTILIA MARIA GUEDES MEDELLA
DIRETORA ADJUNTA. Profª SANDRA GONÇALVES MAZZA


A importância do Conselho Escolar, na nossa Unidade de Ensino. É permitir que a comunidade escolar e comunidade local, exerçam o direito a informação e a participação de todos nas decisões internas.
Para Freire a educação deve ter uma visão global do aluno, com sentimentos e emoções, tornando relevante o estudo das dimensões ética e estética. A prática e a teoria freiriana, fundamentam-se em uma ética inspirada na relação "homem-no-mundo", ou seja, estar no mundo, e na construção de seu "ser-no-mundo-com-os-outros", isto é, ser capaz de se relacionar com as pessoas e com a sociedade (FREIRE, 2001c).

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.M.Padre Rafael Scarfó - A democracia e a aprendizagem comunitária.

Reafirmamos que a nossa experiência é uma prática que se somam as outras e com as quais queremos dialogar e aprender na busca de novos caminhos para nossa comunidade.


A E.M Padre Rafael Scarfó propõe-se construir através da ação dos professores que o integram a formação democrática e o desenvolvimento sócio-moral dos educandos com quem trabalham, assegurando a sua plena participação na gestão do currículo escolar. Responsabilizam-se assim por colaborarem com os professores no planejamento das atividades curriculares, nas aprendizagens no percurso dos projetos de estudo e investigação e participam na sua avaliação, a que se procede pela negociação cooperada dos juízos de apreciação e do controle dos objetivos assumidos. É pela vivência democrática, pondo à prova os valores humanos que sustentam a justiça, a reciprocidade e a solidariedade que a organização do trabalho partilhados virão a transformar os educandos e os professores em cidadãos democratas, implicados numa organização em democracia direta.

As estruturas básicas desse viver democrático em comunidades de aprendizagem são as parcerias de estudantes, constituídas para trabalho cooperativo em projetos de estudo, de investigação ou de intervenção para a mudança material ou social, na escola ou na comunidade envolvente.

O trabalho cooperativo da E.M Padre Rafael Scarfó implicará a tomada de consciência de que cada um dos membros do Conselho Escolar grupo de cooperação, só poderá alcançar os seus objetivos quando cada um dos outros tiverem alcançado os seus e que os objetivos de cada um convergem com os objetivos comuns em que se empenharam.

Daqui decorre o forte sentido de inter-ajuda dos alunos, dos professores e funcionários na apropriação, fruição, utilização e partilha dos saberes e da cultura construídos na UE.A fonte alimentadora da ética democrática e da cooperação no trabalho é a comunicação autêntica.

Trata-se de uma contínua interlocução pela fala e pela escrita como condição para fazer circular e distribuir os saberes e os produtos do trabalho, estabelecendo circuitos sistemáticos e alargados de informação e partilha. Restabelecem-se assim as condições sociais e éticas para promover o desenvolvimento humano que se confirma na interação comunicativa na comunidade.

E.M.Padre Rafael Scarfó

Endereço:Rua Elvira Ciuffo Cicarino, nº 40 – Vila Margarida – Itaguaí – RJ CEP: 23821-000 - Tel: 2688-2833

Direção: Profª. Sandra Helena Moreira de Paiva Corrêa
Diretora Adjunta. Profª. Cinthia Elian Coelho

Coordenador responsável pela postagem da U.E.: Daniela Monteiro de Souza


“(...) transformar a experiência educativa em puro treinamento humano é mesquinhar o que há de fundamentalmente humano no exercício educativo: o seu caráter formador.”

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.M.São Sebastião - Trabalhando pela Cidadania


O papel político do professor e da escola está em garantir a todos, sem discriminação de qualquer espécie, o acesso ao conhecimento como modo de romper a dominação, oriunda da distribuição desigual do saber e do acesso à cultura. O exercício pleno da cidadania supõe que o indivíduo tenha dominado os conteúdos comuns à sociedade, necessárias à convivência social, bem como tenha condições de ter informações sobre si mesmo e sobre a sociedade em que vive para poder assumir uma postura crítica. A crítica pressupõe conhecimento e capacidade de análise; para mudar, para transformar, é preciso primeiro conhecer e entender.

Para que o aluno se torne cidadão, o professor precisa estabelecer com ele um tipo de vínculo diferente daquele que reproduz a dominação. O vínculo, que se inicia dependente, pois o aluno necessita do professor para aprender, deve evoluir para a independência do aluno no ato de aprender. O professor é o de alguém que quer modificar o comportamento do aluno no sentido de libertá-lo, isto é, de não depender do sistema educacional que reproduz a ideologia das classes dominantes, mas ter condições de pensar por si mesmo

(Garcia 1982).


E.M.São Sebastião

Endereço: Estrada Raiz da Serra, s/n – Raiz da Serra – Itaguaí - RJ
Tel: 2688-8995 / 2688-8733

Direção: Direção. Profª. Adelir da Silveira Nascimento

Coordenador responsável pela postagem da U.E.: Nelson Batista Furtado

“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.”

“Tudo o que a gente puder fazer no sentido de convocar os que vivem em torno da escola, e dentro da escola, no sentido de participarem, de tomarem um pouco o destino da escola na mão, também. Tudo o que a gente puder fazer nesse sentido é pouco ainda, considerando o trabalho imenso que se põe diante de nós que é o de assumir esses país democraticamente.”
"Paulo Freire"

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: ESCOLA MUNICIPAL TEREZA DE ARAÚJO SAGÁRIO - Missão. ESCOLA X COMUNIDADE


NOSSA MISSÃO

Procuramos trabalhar as famílias dos alunos, pais, comunidade, que são o nosso público-alvo. Tentamos oferecer aos nossos alunos ações de conscientização, pois acreditamos que o ser humano possui valores que ultrapassam a qualificação tecnológica e transcendem nas relações interpessoais através de demonstração de respeito, honestidade, solidariedade, cooperação, aceitação das diferenças, amor, liberdade de expressão, consciência ambiental e preocupação com o futuro da humanidade. Sendo assim, nossa Proposta pedagógica considera que o trabalho aqui desenvolvido é complementar à ação da família, e a interação entre as duas instâncias é essencial para um trabalho de qualidade.


ESCOLA MUNICIPAL TEREZA DE ARAÚJO SAGÁRIO

Avenida Tabajara, s/n, Bairro Ibirapitanga – Itaguaí.
CEP: 23.835-000
Tel. (0xx21)3782.2028

E-mail. escolaterezasagario@itaguai.rj.gov.br

Diretora Geral. Profª. Maria de Fátima G. Franco
Diretora Adjunta. Profª. Neyla Melgaço Pereira


SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E. M. Jorge Flores da Silva -Membros do Conselho Escolar

“A importância do Conselho Escolar na U.E.”

Tem como importância a base no conhecimento do trabalho de cada U.E. apoiando o trabalho em conjunto com a comunidade escolar, pais e responsáveis. Promovendo assim, a transformação de uma gestão participativa.

Membros do Conselho Escolar – 2009/2010

I- Presidente:Selma Narciza Sobrinho dos Santos (Titular)
- Vice - presidente:Ana Maria Ribeiro Pinto da Araújo(Suplente)

II- Representante do corpo docente:
- Sônia Maria Prata de Oliveira (Titular)
- Elzimar da Conceição Francine (Suplente)

III- Representante da equipe técnico-administrativo da escola:
- Cristiane da Silva Carvalho (Titular)
- Flávia Pereira da Conceição da Silva (Suplente)

IV- Representante da equipe de apoio da escola:
- Jacqueline de Moraes Verly ( Titular)
- Valtineia de Oliveira da Silva (Suplente)

V- Representante dos pais de alunos ou responsáveis:
- Joséis Antonio Ramos(Titular)
- Ruth de Vasconcelos (Suplente)

VI- Representante da comunidade local:
- Amanda Alves da Cruz (Titular)
- Leonardo Pereira Ramos da Silva (Suplente)

VII- Representante do corpo descente(7º e 8º ano de escolaridade):
- Elisandra Fernandes Pereira (Titular)
- Allan Alves da Cruz Siqueira (Suplente)

Comissão de atuação por área específica:

- Laura Ferreira dos Santos Freire – Coordenadora Pedagógica das Atividades Diversificada.
- Luciana de Oliveira Stellet – Educadora Cultural (Artesanato)
- Neuza Dutra de Souza – Responsável.


E. M. Jorge Flores da Silva

Rua Ary Parreira Esquina com Estrada do Tronco, s/n.º
Cep: 23.820-303 - Jardim Wêda
Tel:2688-2142

Diretora Geral. Profª.Selma Narciza Sobrinho dos Santos

Coordenador responsável pela postagem da U.E.:Núbia

Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebem, muitos transmitem e poucos possuem.
Ksrl Kraus


SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.M Renato Gonçalves Martins - PRIMEIRA REUNIÃO PEDAGÓGICA

Direção:Profª. Ieda Maria B. da Silva



PRIMEIRA REUNIÃO PEDAGÓGICA


Iniciamos a Reunião Pedagógica com a dinâmica, como Corpo Docente “Com Competência se Aprende”, considerando, sobretudo, aprendizagem, conhecimento servindo de parâmetro para as práticas e intervenções pedagógicas.
O grupo apresentou uma sintonia perfeita, com um feed-back, ou seja, troca de experiências, sobre assuntos diversificados.
Citamos Paulo Freire, em a Pedagogia do Oprimido, que explica bem a distinção entre o objetivo e o processo da alfabetização, sua proposta, a palavra geradora é o elo de ligação entre essas duas vertentes.
Enfocamos o nosso PPP (Projeto Político Pedagógico), com a finalidade de se adequar aos novos projetos da SMEC,
da Sala de Leitura e de toda U.E.
Finalizamos a Reunião Pedagógica, com o texto “A Escola Sustentável”, com uma linguagem direta propondo princípios pedagógicos eficientes na questão de um aprendizado contínuo e interdisciplinar.


E.M Renato Gonçalves Martins
Reta dos Oitocentos s/nº Chaperó Itaguai-RJ
Cep: 23855-000
Tel: 3782-4839:

E-mail: escolarenatogonçalves@itaguai.rj.gov.br
Direção:Profª. Ieda Maria B. da Silva
Coordenador responsável pela postagem da U.E . Patrícia de Gusmão

quarta-feira, 28 de abril de 2010

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Contribuição da E. E. M. Gal. Hildebrando B. Melo . A Sabedoria e a Alegria

Mestre não é aquele que aprendeu a ensinar, mas aquele que ensina a aprender.

"Marcelo Soriano"

A Sabedoria e a Alegria

Vou ensinar-te agora o modo de entenderes que não és ainda um sábio. O sábio autêntico vive em plena alegria, contente, tranquilo, imperturbável; vive em pé de igualdade com os deuses. Analisa-te então a ti próprio: se nunca te sentes triste, se nenhuma esperança te aflige o ânimo na expectativa do futuro, se dia e noite a tua alma se mantém igual a si mesma, isto é, plena de elevação e contente de si própria, então conseguiste atingir o máximo bem possível ao homem! Mas se, em toda a parte e sob todas as formas, não buscas senão o prazer, fica sabendo que tão longe estás da sabedoria como da alegria verdadeira. Pretendes obter a alegria, mas falharás o alvo se pensas vir a alcançá-la por meio das riquezas ou das honras, pois isso será o mesmo que tentar encontrar a alegria no meio da angústia; riquezas e honras, que buscas como se fossem fontes de satisfação e prazer, são apenas motivos para futuras dores.

Séneca
Lucius Annaeus Seneca, mais conhecido como Séneca, filósofo, nasceu no ano 4 a.C. em Córdova e morreu no ano 65 d.C. em Roma.


E. E. M. Gal. Hildebrando B. Melo

Endereço: Estrada Joaquim Fernandes Nº 21 CEP:
Tel: 3781-1191


Direção: Tereza de Fátima Machado
Coordenador responsável pela postagem da U.E: Simone

“É Melhor estar preparado e não ter a oportunidade do que ter a oportunidade e não estar preparado”
Autor Desconhecido

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Escola Municipal Elmira Figueira


" A importância do Conselho Escolar na U.E."

Aprender sempre é uma necessidade do ser humano, somos seres sociais e sabemos que durante a troca de experiências há engrandecimento, porque há crescimento de todos os participantes. Por isso ,o Conselho Escolar atuante é tão importante, pois estreita os laços do conhecimento, trocando idéias,implementando normas, ou seja vivenciando a escola, praticando o saber e multiplicando o entendimento.


Escola Municipal Elmira Figueira

Rua Tocantins s/nº Bairro Estrela do Céu Itaguai RJ
CEP: 23.811-130 Tel: 3782-4211

E-mail:elmirafigueira@yahoo.com.br

Direção:Profª. Zimar da Rocha
Diretora Adjunta. Profª. Lúcia Helena Pereira da Silva

Coordenador Responsável pela postagem da U.E. Ana Carla Breta Braz

"Ninguém é tão grande que não possa aprender , nem tão pequeno que não possa ensinar"
"Píndaro"


segunda-feira, 26 de abril de 2010

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Contribuição da E.M Renato Gonçalves Martins -PEDAGOGIA DO OPRIMIDO – PAULO FREIRE


PEDAGOGIA DO OPRIMIDO – PAULO FREIRE


Livro que mostra a opressão contida na sociedade e no universo educativo, em especial na educação/alfabetização de adultos. A opressão é apresentada como problema crônico social, visto que as camadas menos favorecidas são oprimidas e terminam por aceitar o que lhes é imposto, devido à falta de conscientização, sem buscar realmente a chamada Pedagogia da Libertação.


A libertação é um “parto” conforme afirma o autor, pois a superação da opressão exige o abandono da condição “servil”, que faz com que muitas pessoas simples apenas obedeçam a ordens, sem, contudo questionar ou lutar pela transformação da realidade, fato motivado especialmente pelo medo.
A dicotomia encontrada neste universo vai justamente no despertar da conscientização, onde as realidades são, em sua essência, domesticadoras, ou seja, é cômodo para o opressor que o oprimido continue em sua condição de aceitação. Neste sentido o autor faz uso do pensamento de Marx quando se refere à relação dialética subjetividade- objetividade, o que implica a transformação no sentido amplo – teoria e prática, conscientizar para transformar, pois a opressão é uma forma sinistra de violência.
Assim a Pedagogia do Oprimido busca a restauração, animando-se da generosidade autêntica, humanista e não “humanitarista”, pois se propõe à construção de sujeitos críticos, comprometidos com sua ação no mundo. A educação exerce papel fundamental no processo de libertação, pois é apresentada a concepção “bancária” como instrumento de opressão.
Nesta visão o aluno é visto como sujeito que nada sabe, a educação é uma doação dos que julgam ter conhecimento. O professor, nesse processo, “deposita” o conteúdo na mente dos alunos, que a recebem como forma de armazenamento, o que constitui o que é chamado de alienação da ignorância, pois não há criatividade, nem tampouco transformação e saber, existindo aí a “cultura do silêncio”, isto porque o professor é o detentor da palavra, criando no aluno a condição de sujeito passivo que não participa do processo educativo.


“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”, esta famosa frase pareceu, a princípio, ter um efeito bombástico entre os educadores porque denunciou toda opressão contida na educação, em especial na concepção bancária, que na sua essência torna possível a continuação da condição opressora. O grande destaque para a superação da situação é trabalhar a educação como prática de liberdade, ao contrário da forma “bancária” que é prática de dominação e produz o falso saber, ou seja, aquele incompleto ou sem senso crítico.
Assim é apontada a educação problematizadora, onde a realidade é inserida no contexto educativo, sendo valorizado o diálogo, a reflexão e a criatividade, de modo a construir a libertação.
O diálogo aparece no cenário como o grande incentivador da educação mais humana e até revolucionária. O educador antes “dono” da palavra passa a ouvir, pois “não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão”. Isto é justamente o que foi chamado de mediatização pelo mundo, espaço para a construção do profundo amor ao mundo e aos homens.
Contudo é preciso que também haja humildade e fé nos homens. O diálogo começa na busca do conteúdo programático. Para o educador-educando, dialógico, problematizador o conteúdo não é uma doação ou uma imposição, mas a devolução organizada, sistematizada e acrescentada ao povo daqueles elementos que este lhe entregou de forma desestruturada. É proposto que o conteúdo programático seja construído a partir de temas geradores, uma metodologia pautada no universo do educando que requer a investigação, “o pensar dos homens referido à realidade, seu atuar, sua práxis”, enfatizando-se o trabalho em equipe de forma interdisciplinar. Para a alfabetização (de adultos) o destaque é feito através de palavras geradoras, já que o objetivo é o letramento, porém de forma crítica e conscientizadora.
A teoria antidialógica citada é a ideologia opressora, a manipulação das massas e da cultura através da comunicação, por isso a revolução deve acontecer através desta pelo diálogo das massas.
Uma das principais características da ação antidialógica das lideranças é dividir para manter a opressão, o que cria o mito de que a opressão traz a harmonia. Em contrapartida, é mostrada a teoria da ação dialógica embasada na colaboração, organização e síntese cultural, combatendo a manipulação através da liderança revolucionária, tendo como compromisso a libertação das massas oprimidas que são vistas como “mortos em vida”, onde a vida é proibida de ser vida, isto devido às condições precárias em que vivem as massas populares, convivendo com injustiças, misérias e enfermidades, onde o regime as obriga a manter a condição de opressão.
Neste cenário é necessário unir para libertar, conscientizando as pessoas da ideologia opressora, motivando-as a transformar as realidades a partir da união e da organização, instaurando o aprendizado da pronúncia do mundo, onde o povo diz sua palavra. Nesta teoria a organização não pode ser autoritária, deve ser aprendida por se tratar de um momento pedagógico em que a liderança e o povo fazem juntos o aprendizado, buscando instaurar a transformação da realidade que os mediatiza.
O que fica evidente é que o opressor precisa de uma teoria para tornar possível a ação da opressão, deste modo o oprimido também precisa da teoria para sua ação de liberdade, que deve ser pautada principalmente na confiança no povo e na fé nos homens, para que assim “seja menos difícil amar”.

Texto publicado em: 25/04/2006


E.M Renato Gonçalves Martins


Reta dos Oitocentos s/nº Chaperó Itaguai-RJ
Cep: 23855-000
Tel: 3782-4839:
Direção: Profª. Ieda Maria B. da Silva
Coordenador responsável pela postagem da U.E . Patrícia de Gusmão
E-mail: escolarenatogonçalves@itaguai.rj.gov.br

“Não há vida sem correção, sem retificação’’

(Paulo Freire)

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: A importância do conselho escolar na Creche Municipal Aparecida Azedo.


NOSSA MISSÃO

A Creche Municipal Aparecida Azedo tem como missão educar crianças com uma pedagogia do amor e inovadora, na sua totalidade. Respeitando suas individualidades e ampliando seu potencial interpessoal, contribuindo na formação de cidadãos éticos e solidários, capazes de construir conhecimento e responder criativamente aos novos desafios do mundo.


Permitir que a sociedade exerça seu direito à informação e à participação faz parte dos objetivos de um governo que se comprometa com a solidificação da democracia. Para tanto, a gestão da educação desta U.E. Objetiva, fundamentalmente, promover a participação da sociedade no processo de formulação e avaliação da política de educação e na fiscalização de sua execução, por meio de mecanismos institucionais. Esta presença da sociedade materializa-se através da incorporação de categorias e grupos sociais envolvidos direta ou indiretamente no processo educativo, e que, normalmente, estão excluídos das decisões (pais, alunos, funcionários, professores). Ou seja, significa tirar dos governantes e dos técnicos da área o monopólio de determinar os rumos da educação no município.
Entendemos que a democratização da escola não se resume a “estar na escola”, representando apenas a extensão do atendimento escolar (aumento do número de vagas, por exemplo) ou mesmo a criação de condições materiais para a fixação de crianças dentro das instituições. Democratizar a escola implica manter estes alunos nas salas de aulas com uma educação de qualidade. No que se refere à gestão escolar, esta busca por qualidade de ensino revela o caminho de uma democratização das decisões, com aprimoramento nas relações internas e externas, na estrutura e no funcionamento da instituição escolar, que deve valorizar e estimular, em seu interior, a presença da comunidade. Para que a democratização do acesso à escola se torne uma oportunidade real de educação de qualidade, a nossa gestão escolar visa buscar transformações na escola, envolvendo toda a comunidade escolar.

Referências.


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de
outubro de 1998. Disponível em: www.mec.gov.br/legis/default.shtm. Acesso em: 20
out. 2006.
. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei n. 9.394/96.
Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2006.

FARIA, Hamilton (Org), MOREIRA, Altair (Org), VERSOLATO, Fernanda (Org). Você
quer um bom conselho? Conselhos municipais de cultura e cidadania cultural. São
Paulo: Instituto Polis, 2005. 128p. (Publicações Polis, 48).

Creche Municipal Aparecida Azedo

Estr. dos Teixeiras , Cep. , Bairro Engenho

Tel 3782 4533

Diretora. Profª. Joselma Tobias

Responsável pela postagem. Taciano Luiz Nunes

Nossa meta.
Participar e integrar a comunidade em todas as decisões a serem tomadas em bem comum à gestão escolar, com intuito de fiscalizar, motivar e acompanhar o desenvolvimento de participação dos membros do Conselho Escolar.
“ O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele” (Immanuel Kant)

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Creche Municipal Professor Joaquim Inouê.

Uma lição a ser seguida. Sempre!!

A Creche Municipal Professor Joaquim Inouê acredita:

No respeito;
diálogo;
solidariedade;
compreensão;
expressão;
sinceridade;
liberdade;
honestidade e espiritualidade mútuas;
· Integração da família;
· Na auto-estima;
· Na aprendizagem eficiente
· No desenvolvimento das crianças em todos os aspectos;
· Na integração da comunidade com a Unidade de Ensino.
· Na participação ativa do Conselho Escolar, nas decisões.
· Na inclusão de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação.

Nossa Missão é Construir um ambiente acolhedor que favoreça o vinculo como facilitadores de uma adaptação harmônica, propiciando um espaço de segurança, controle e acompanhamento, visando o bem estar do aluno, promovendo situações lúdicas integradoras que possibilitem a comunicação, o descobrimento, a exploração e o conhecimento dos outros e de si mesma.


A importância do Conselho Escolar

Acreditando nessa participação ativa do Conselho Escolar, nas decisões, tratando a educação como prática social que visa ao desenvolvimento de cidadãos conscientes e ativos.


De maneira especial os membros do Conselho Escolar integram no acompanhamento das ações educativas que desenvolvemos na Creche Municipal Professor Joaquim Inouê, construindo assim, uma gestão participativa e democrática.

Refletimos sobre a importância da presença do saber e da cultura, questões chave para o sucesso da Creche Municipal Professor Joaquim Inouê.

O conselho Escolar bem conduzido possibilita a importância da gestão participativa formados por pais, representantes de alunos, professores, funcionários, diretor e representantes da comunidade.

O conselho é responsável por zelar pela manutenção da escola; monitorar as ações dos dirigentes escolares; ter funções deliberativas, consultivas e mobilizadoras.

Portanto, o papel do Conselho Escolar é fundamental para garantir uma gestão democrática e participativa SEMPRE!!!

Essa é a nossa Creche Municipal Professor Joaquim Inouê. Acreditando SEMPRE!!!

“A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”. Paulo Freire

Uma lição a ser seguida. Sempre!!


Creche Municipal Professor Joaquim Inouê


Endereço: Rua 18,esquina com a rua 15,Qd 22 - Chaperó

CEP:23815-000

Tel:3781-5279

Direção: Profª. Ester Butler Lage do Amaral

Coordenadora Responsável: Daniele Silli


“A grande generosidade está em lutar para que, cada vez mais, estas mãos, sejam de homens ou de povos, se estendam menos, em gestos de súplica. Súplica de humildes a poderosos. E se vão fazendo, cada ves mais, mãos humanas, que trabalhem e transformem o mundo... Lutando pela restauração de sua humanidade estarão, sejam homens ou povos, tentando a restauração da generosidade verdadeira”.

"Paulo Freire"

"Pedagogia do Oprimido". 32a edição. Rio de Janeiro: Ed. Paz e Terra, 2002, p. 31.


SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: CRECHE MUNICIPAL EDSON CRUZ AMADO - NÃO SE PODE FALAR DE AMOR SEM FALAR DE EDUCAÇÃO.

NOSSA MISSÃO

Educar e amar as crianças desta comunidade a fim de prepará-las para futuras experiências, atendendo as suas necessidades sociais e afetivas com qualidade superior.

Nossa rotina pedagógica com a participação do Conselho Escolar

O que norteia a rotina diária de todos os grupos da Creche Municipal Edson Cruz Amado é a prática pedagógica adotada.

Cada elemento da rotina planejada proporciona à criança um tipo diferente de experiência, alternando atividades calmas e agitadas, individuais e grupais através do rodízio dos vários espaços da creche.

Estes são os elementos principais de nossa rotina. O respeito ao semelhante e o amor são construções, envolvem a capacidade de apostar em si mesmo, no outro e na busca de conhecimento.

Amar envolve a capacidade de rir de si mesmo, dos próprios erros. Pressupõe a capacidade de correr riscos, de apostar na capacidade de aprender, de transformar a si e ao mundo.

Estimular a diversidade do grupo é fundamental na construção da identidade do indivíduo. Para tanto, a observação o carinho constitui-se em instrumento fundamental. É essencial buscar o entendimento do perfil do grupo, da comunidade com o qual se convive.

NÃO SE PODE FALAR DE AMOR SEM FALAR DE EDUCAÇÃO.

CRECHE MUNICIPAL EDSON CRUZ AMADO

RUA ARGENTINA, S/N - JARDIM AMÉRICA- ITAGUAÍ

CEP:23810-130 - TEL.; 2688-6466


DIREÇÃO: PROFª. ROGÉRIA CRISTIENE MONTEIRO C. FUKAMATI DAFLON.


COORDENADOR RESPONSÁVEL PELA POSTAGEM DA U.E: ANA RAQUEL


“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”. (Cora Coralina)

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.M Renato Gonçalves Martins - Primeiro Centro de Estudo.






“Não há saber maior ou saber menor
Há saberes diferentes”
(Paulo Freire)

PRIMEIRO CENTRO DE ESTUDOS

Começamos o 1° centro de estudos, com as professoras dinamizadoras Danielle Batista, Fernanda Medeiros e Lucía Helena, dramatizando e abordando a Discriminação, o Preconceito, a Exclusão e a Auto Estima, pois esses temas são pontos de partida, para a formação educacional futura de uma escola unificada, com ferramentas que possam ser usadas na construção de uma educação por excelência.
Com o texto “Auto Estima, Vírus Mentais,” manifestou uma preocupação central, que deve ser assegurado em nosso dia-a-dia, o calor humano, a felicidade, o amor e o respeito mútuo. Pois a idéia central é alimentar a mente somente de otimismo e força para recomeçar.
Encerramos o nosso centro de estudos, com a mensagem “Motivando-se para o Sucesso”, enaltecendo o intenso trabalho e celebrando os avanços conquistados de nossa unidade escolar com os projetos da SMEC, pois não estamos sozinhos, estamos juntos, nesta empreitada e comprometidos em realizar, ou seja, unificar a nossa empresa a resultados máximos e um diferencial propulsor, digo, por excelência.

E.M Renato Gonçalves Martins

Reta dos Oitocentos s/nº Chaperó Itaguai-RJ
Cep: 23855-000
Tel: 3782-4839:
E-mail: escolarenatogonçalves@itaguai.rj.gov.br

Direção: Ieda Maria B. da Silva

Coordenador responsável pela postagem da U.E . Patrícia de Gusmão

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Mensagem de otimismo. Um lenhador e seu tesouro. Contribuição dos membros do Conselho da Creche Municipal Brisamar.



Um lenhador e seu tesouro

Um lenhador percorre há anos a mesma floresta. Diariamente, ele observa com cuidado as árvores e cada detalhe da mata que fazem com que seu trabalho seja o mais produtivo possível. E, assim, ele vai ganhando seu sustento com determinação e paciência.
Certo dia, o lenhador encontra um sábio meditando na floresta, e os dois começam a conversar.
O lenhador resolve contar o quão difícil é seu trabalho diário, sua cansativa rotina de cortar a lenha, carregá-la até a cidade e encontrar um comprador para conseguir algum dinheiro.Durante a conversa, o sábio pergunta se ele conhece toda a floresta.O rapaz lhe responde:- Mais ou menos...
O sábio, então, lhe diz:
- Avance, meu filho, existem muitos tesouros esperando por você!
Durante anos, quando os dois se encontram, a saudação do mestre é sempre a mesma:
- Avance, ainda existem muitos tesouros esperando por você!
Certa vez, o lenhador, diferentemente dos dias anteriores, decide Seguir os conselhos do sábio e entra na floresta, numa área ainda não explorada.Ele olha ao redor e fica maravilhado. Tudo o que vê é diferente, os animais, as árvores e as flores. Para sua surpresa, ele encontra uma mina de prata. Apanha um pouco do metal e, com a venda, consegue dinheiro suficiente para sobreviver uma semana.Todas as semanas ele vai até a floresta, feliz com a mina de prata.
Agora tudo de que precisava era trabalhar uma vez por semana. Porém, sempreque encontrava o sábio, ele sorria e dizia:
- Avance, ainda existem muitos tesouros esperando por você!
Até que um dia resolveu aceitar a provocação do mestre e foi além da mina de prata, passando por outras vegetações e, de repente, se deparou com uma mina de ouro. Extraiu o quanto pôde do valoroso minério e depois vendeu no mercado da cidade. Era a maravilha das maravilhas, pois tinha dinheiro para um ano de vida.Todos os anos, o ex-lenhador ia até a floresta, feliz com a mina de ouro. Agora só precisava trabalhar uma vez por ano. Porém, sempre que encontrava o sábio, este sorria e dizia:
- Avance, ainda existem muitos tesouros esperando por você!
O ex-lenhador mostrava-se muito tranqüilo, pensando que já tinha conseguido tudo o que poderia imaginar. Até que novamente resolveu aceitar a provocação do mestre e foi além da mina de ouro, chegando até um local de beleza surpreendente, onde encontrou uma mina de diamantes. Pegou a pedra mais linda que encontrou, levou-a até a cidade e conseguiu dinheiro para nunca mais ter de trabalhar.
Muitos anos mais tarde, contando para seu filho a história da sua riqueza, ouviu a seguinte pergunta:
- Pai, por que você continua indo à floresta todos os dias, mesmo semprecisar mais de dinheiro?
O velho olhou-o com ternura e, sorrindo, disse:
- Eu gosto de pensar que sempre existe um novo tesouro para encontrar!
O empreendedor sempre tem o senso de procurar um tesouro no próximo movimento. Isso alimenta seu espírito e aquece seu coração.
Sucesso é conhecimento colocado em ação.
Lembre-se do que disse o mestre:
- Avance, ainda existem muitos tesouros esperando por você!

Autor Desconhecido
Creche Municipal Brisamar

Rua: Magdalena Torturelle-Lt 14, 15 e 16 Qd. 62

Cep: 23830-000
Diretora Geral – Profª: Maria das Graças Ribeiro da Silva

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: CRECHE MUN. PROFª. MARIA CRISTINA PADELA CABRAL DA SILVA. Afirmando a Proposta Pedagógica 2010.


Creche Municipal Prof.ª M.ª Cristina Padela Cabral da Silva

Rua Prof. José de Moraes Dias Lote 18 Cep: 23810-211
Parque Paraíso

Diretora Geral. Profª.Elisângela R. Quintiliano

E-mail.
crecheprofmariacristina@itaguai.rj.gov.br

Coordenadoras – SMEC

Profª. Luciana Leôncio do N. Da Mota
Profª. Tatiana Santos Pinto

Coordenador Responsável pela postagem: Andréa Ribeiro


NOSSA MISSÃO
A Creche Municipal Professora Maria Cristina Padela Cabral da Silva existe para oferecer conhecimentos que ajudem e estimulem os envolvidos a participarem do processo de transformação.


PROPOSTA PEDAGÓGICA

A Educação Infantil, segundo Referenciais Curriculares Nacionais Educação Infantil, tem por função criar condições para desenvolvimento integral de todas as crianças, considerando, também, as possibilidades de aprendizagem que apresentam nas diferentes faixas etárias:

De ordem física: que se relacionam ao conhecimento das potencialidades corporais, ao uso do corpo na expressão das emoções, ao deslocamento com segurança;


De ordem cognitiva: que estão associadas ao desenvolvimento dos recursos para pensar, uso e apropriação de formas de representação e comunicação, envolvendo resolução de problemas;

De ordem afetiva: que se referem à construção da auto-estima, às atitudes n o convívio, à compreensão de si mesmo e dos outros;

De ordem estética: que possibilitam a produção artística e apreciação desta produção oriunda de diferentes culturas;

De ordem ética: que permitam a construção de valores que permeiam a ação das crianças;

Da relação interpessoal: que estão associadas à possibilidade de estabelecimento de condição para o convívio social;

De inserção social: que favorecem a percepção de cada criança como membro participante de um grupo, de uma comunidade e de uma sociedade.

Engajando a faixa etária que acolhemos, a teoria educacional que melhor nos representa é o Construtivismo Seqüencial elaborado por Jean Piaget no qual a função do educador é colaborar com a construção da inteligência através de etapas sucessivas.

Segundo Piaget a inteligência é o mecanismo de adaptação do organismo a uma situação nova, sendo desenvolvida a partir de exercícios e estímulos oferecidos pelo meio que os cercam.

Considerando que o papel do educador ao educando é de mediador de conhecimentos com a introdução das práticas pedagógicas associadas à vivência, a especulação real dos educando no cotidiano, trabalhamos os conteúdos específicos de acordo com sua idade. Como por exemplo:

·Utilizando materiais reciclados para a criação de brinquedos e jogos, trabalhando assim a educação ambiental;

·Teatro, pois desenvolve a percepção visual e estimula a criatividade;

A creche também tem como objetivo proporcionar um ambiente acolhedor, agradável e motivacional para o desenvolvimento da inteligência de nossas crianças.


“Educar é crescer. E crescer e viver.
Educação é assim, vida no sentido mais autêntico da palavra.”
Anísio Teixeira

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.M.Eider Ribeiro Dantas - A IMPORTÂNCIA DO CONSELHO ESCOLAR.

A Importância do Conselho Escolar

O Conselho Escolar é de extrema importância para a Unidade Escolar, pois contribui para aproximar as famílias e a comunidade, promovendo ações que facilitam para a melhoria da qualidade de ensino e mediando para que ocorra uma gestão democrática.


“ Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação – reflexão.” Paulo Freire

E.M.Eider Ribeiro Dantas


Rua Praia da Salinas /n Qd 52 Lt 11 – Brisamar
3781-9638

E-mail.escolaeiderdantas@itaguai.rj.gov.br

Diretor. Prof°. Luis Carlos Santos

Diretora Adjunta. Profª.Sidnéia Maria R. Muniz

Responsável pela postagem:Profª. Luciana Ramos


SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Creche Municipal 26 de Dezembro - Contemplando uma formação para transformação social.

Gestão Participativa.
NOSSA MISSÃO

A creche municipal 26 de dezembro existe para aplicar inovações, técnicas e melhorias constantes no atendimento às crianças e pais, através de processos administrativos e métodos pedagógicos que visam melhorar a qualidade de nossos serviços.

As atividades que primam pelo sucesso e pelo envolvimento de todos, conseqüentemente se transformam em atividades inclusivas, nos convidando a pensar na importância do percurso educativo, no processo de construção, no envolvimento de todos e não somente no produto final.


Atividades realizadas pelo Conselho Escolar, funcionários e Comunidade.


Dia das Mães, Dia do Desafio, Festa Junina SMEC, Reunião com o Conselho Escolar,

Reunião de Estudos do CONAE, Desfile Cívico, Centro de Estudo, Festa da Primavera

Confraternização dos Funcionários no Sítio Jonosake, Projeto Nutrição, Mostra Pedagógica

Ação de Graças, Estudo Plano Municipal de Educação, Prêmio Profissional de Excelência

Formatura Nível III, Festa de Natal, Confraternização final de ano.

Creche Municipal 26 de Dezembro

Endereço: Rua D s/nº Lote 26 Bairro 26 de Dezembro - Itaguaí - RJ

CEP 23810:000

Tel: 3782 2334

Direção: Maria Regina Bastos Oliveira

Coordenador responsável pela postagem da U.E. Luciana Paula Correia Lopes

E-mail: crechemunicipal26dezembro@itaguai.rj.gov.br


“A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.”
“Paulo Freire”

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: A importância do Conselho Escolar - CIEP 496 Municipalizado Maestro Francisco Mignone - 2010.


O Conselho Escolar é de suma importância, pois mostra a integração entre funcionários e comunidade. Criando assim a associação entre os funcionários da escola e a comunidade em geral, com o objetivo do desenvolvimento de um trabalho social em que todos juntos possam acompanhar o crescimento da unidade escolar do bairro e do município em que se vive. A participação dos pais juntamente com a direção da escola forma uma equipe forte beneficiando toda uma comunidade e unindo a escola ao bairro formando assim o nosso conselho escolar, capacitando pessoas do bairro que não tem a oportunidade de mostrar o seu trabalho na sociedade, aproveitando pessoas da comunidade com o seu profissionalismo resgatando crenças e valores perdidos e trazendo para o ciclo social em um ambiente familiar dentro da escola.
Nós do CIEP 496 estamos buscando nos capacitar e melhorar no que for possível para que a comunidade em que vivemos possa trazer para dentro da escola um forte conselho através da comunidade e dos funcionários que se solicitam voluntariamente com objetivo de unir escola e comunidade.
CIEP 496 Municipalizado Maestro Francisco Mignone

Rua Kaisse Abrão, snº - CEP: 23810-560

Tel: 3781-2013

Direção: Profª. Claudia Valéria B. S. Matos
Diretora Adjunta: Profª. Edna Campos Vanderley

Coordenador Conselho Escolar: José Augusto Pereira Pinto

Email:
ciep496@itaguai.rj.gov.br

A educação faz com que as pessoas sejam fáceis de guiar, mas difíceis de arrastar; fáceis de governar, mas impossíveis de escravizar.
(Henry Peter)

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: Conselho Escolar. Compromisso e Dedicação.Fazendo de cada colaborador um líder capaz.

“A Importância do Conselho Escolar na Creche Municipal Brisamar, Ciep 300 e E. E. M. General Hildebrando B. Mello”

Conclusão:

A importância do Conselho Escolar nas unidades escolares acima citadas e nas demais existentes se dá por conta de uma visão ampla do mesmo, que visa a melhoria na educação através de ideias, debates, realizações de eventos que contribuem para o crescimento de cada instituição, educadores, educandos, ou seja, toda a comunidade escolar.

A participação das famílias na educação dos educandos pode ir muito além do acompanhamento de boletins e de conversas com os docentes.

O envolvimento dos pais no dia a dia da escola, acompanhando questões ligadas à administração e ao ensino, podem ser fundamental para a melhoria da educação.

Os membros do Conselho Escolar são excelentes para fazer isso acontecer.



Trabalho feito no encontro do Projeto: “Inclusão digital – Conselho Escolar”.


Ciep 300

Endereço: Avenida Piranema S/N, Santana CEP: 23800-080


Tel: 2687-4072

Diretora.Profª. Rita Monteiro

Diretor Adjunto.Prof°. Nilo Porto

Coordenador responsável pela postagem da U.E: Luiz Claudio

E-mail: Ciep300@itaguai.rj.gov.br


E. M. Hildebrando

Endereço: Estrada Joaquim Fernandes Nº 21

Tel: 3781-1191

Direção: Profª. Tereza Machado

Coordenador responsável pela postagem da U.E: Simone

E-mail: escolahildebrando@itaguai.rj.gov.br


Creche Municipal Brisamar


Endereço: Magdalena Torturelle Lt 14, 15 e 16 Qd. 62

CEP: 23830-000

Tel: 3781-9596

Direção: Profª. Maria das Graças Ribeiro da Silva

Coordenador responsável pela postagem da U.E: Pablo

E-mail: crechebrisamar@itaguai.rj.gov.br

“É Melhor estar preparado e não ter a oportunidade do que ter a oportunidade e não estar preparado”

Autor Desconhecido

Parabéns aos participantes!!!

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.E.M.Chaperó - A importância do Conselho Escolar na U. E.

O Conselho Escolar da E.E.M.Chaperó, veio para contribuir para melhoria e organização da escola. Sua finalidade em muito, vem demonstrando aos funcionários, comunidade, pais de alunos e professores. A transparência.

Dando a todos, a oportunidade de opinar por uma Gestão Participativa e Democrática.

Criando um ambiente positivo de mudanças.

Nossa Missão

Promover a inclusão de todos, incentivando e viabilizando o desenvolvimento da leitura e escrita, e aplicando os espaços de aquisição e expansão dos conhecimentos.

Nossa Visão

Ser reconhecida com uma Instituição que busca oferecer oportunidades educacionais garantindo uma educação básica de qualidade para todos.

Nossas Crenças e Valores

Ø O princípio da excelência de que não existe nada tão bom que não possa ser melhorado;
Ø Melhorar a si próprio para servir ao outra com mais eficiência;
Ø Buscar os pensamentos e feitos bons;
Ø Esperança não perca jamais;
Ø Se houver qualquer coisa virtuosa, amável ou louvável nós a procuraremos;
Ø Apoio mútuo, sem você não é a mesma coisa;
Ø Dar o devido crédito ao trabalho alheio;
Ø Crescimento e satisfação e maior poder para servir aos outros, são as recompensas decorrentes do cumprimento dos desafios de busca de excelência;
Ø Cultivar a paciência, tolerância e amor ao próximo;
Ø Abertura a crítica e sugestões;
Ø Espírito de coletividade;
Ø Saber acatar as decisões de consenso;
Ø Ter iniciativa;
Ø Comprometimento (sem envolvimento não há compromisso);
Ø Prezar três coisas: dignidade do indivíduo, excelência e dedicação.


E.E.M.Chaperó

Endereço: Rua:16 s/n° Gleba B Chaperó- Itaguaí

Tel: 2687-6244

Diretora: Profª. Marleide de Oliveira Amorim Minono
Diretora Adjunta. Profª. Ana Maria Viana Soares

Coordenador de postagem da UE: Adriane Feliciano Telles

E-mail:
eemchapero@yahoo.com.br


“ Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes”.

"Paulo Freire"

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.E.M. CAMILO CUQUEJO

A IMPORTÂNCIA DO CONSELHO ESCOLAR NA U.E.


A IMPORTÂNCIA DO CONSELHO ESCOLAR NA UNIDADE


O Conselho Escolar contribui para tornar mais eficaz o trabalho do cotidiano escolar, fazendo também o intercâmbio entre escola e comunidade. Esse intercâmbio abre espaço para que todos tenham a liberdade de contribuir com suas idéias fazendo com que possamos atingir nossos objetivos e metas.
Depois da criação do Conselho Escolar observamos que todo o trabalho projetado para o ano letivo tem atingido bons resultados.


NOSSA MISSÃO.

A ESCOLA ESTADUAL MUNICIPALIZADA CAMILO CUQUEJO EXISTE PARA OFERECER SERVIÇOS EDUCACIONAIS, BUSCANDO ATENDER AS NECESSIDADES DOS ALUNOS, COMUNIDADE ESCOLAR E COMUNIDADE LOCAL, DIRECIONADOS AO INCENTIVO DA LEITURA E ESCRITA, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E VALORIZAÇÃO PESSOAL.


ACREDITAMOS QUE:

· O apoio dos membros da Unidade Escolar e da comunidade local é fundamental para vencer todos os obstáculos;
· Com a criação do Conselho Escolar a escola alcançará os objetivos traçados;
· O respeito e a valorização a todos os funcionários , abrem espaço para cooperação;
· A parceria com outras instituições, contribui para o enriquecimento do trabalho;
· A participação dos funcionários nos cursos e capacitação oferecidos pela SMEC ou por outras instituições possibilita o crescimento profissional, contribuindo para o sucesso;
· A inovação é fundamental para sanar as dificuldades apresentadas no desenvolvimento do trabalho;

Aprendizagem é um processo contínuo.

E. E. M. Camilo Cuquejo
Estrada Jair Pereira do Nascimento, s/n.º Palmeiras
Cep: 23830-333
Diretora Geral. Profª. MARIA MADALENA DE FARIAS

E-mail.escolacamilocuquejo@itaguai.rj.gov.br
ACREDITAMOS QUE A UNIÃO FAZ A FORÇA!!!! E A CONFIRMAÇÃO DISSO FOI O SUCESSO REALIZADO EM 2009 COM O APOIO DO CONSELHO ESCOLAR.
Profª. MARIA MADALENA DE FARIAS

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.M. Vereador Américo Rodrigues de Amorim - A importância do Conselho Escolar na U.E - Reflexão...


O homem tende a captar uma realidade, fazendo-a objeto de seus conhecimentos. À medida que sua realidade é melhor compreendida, novas hipóteses podem ser levantadas sobre o desafio dessa realidade e novas soluções podem ser buscadas.

O homem termina por criar um mundo próprio a partir da realidade circundante, sua cultura. E a cultura, totalidade de criações humanas é resultado da consciência humana do mundo e da possibilidade de transformá-lo.

A educação não é um processo de adaptação do indivíduo à sociedade, mas um mecanismo de transformação em busca do ser mais.

A E.M. Vereador Américo Rodrigues de Amorim existe para:

Construir conhecimentos que auxiliem na formação pessoal, favorecendo a convivência em um ambiente inovador e multidisciplinar, integrando-se as diversas parcerias envolvidas, através de ações permeadas por valores éticos, morais e de respeito à natureza.

...no ambiente acolhedor, aceitando e respeitando a diversidade;
...no desenvolvimento das habilidades e potencialidades de todas as pessoas da Organização;
...na busca de parcerias para implementar ações e projetos;
...nas relações permeadas pelo diálogo profissional e cooperação;
...na valorização pessoal através do reconhecimento de competências e habilidades;
...na ética, integridade, honestidade e equidade;
...na criatividade e agilidade na solução dos desafios educacionais;
...na transparência, parceria e descentralização.



E.M. Vereador Américo Rodrigues de Amorim

Endereço: Rua Sebastião Bruno de Oliveira, s/nº, Coroa Grande – Itaguaí-RJ
CEP 23826-320

Tel.: 37824261

Direção: Profª. Selma Ferreira Faria

Coordenador responsável pela postagem da U.E.: Andreza Carla Francisco

E-mail:
escolaamericoamorim@itaguai.rj.gov.br

“A humildade exprime, uma das raras certezas de que estou certo: a de que ninguém é superior a ninguém.”
Paulo Freire

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: ESCOLA MUNICIPAL CORONEL ALZIRO SANTIAGO. A Importância do Conselho Escolar na U.E


A Importância do Conselho Escolar na U.E

O Conselho Escolar é um órgão de importância única para uma gestão de excelência na unidade Escolar.
O conceito de participação é priorizado dentre muitos outros, pois é primordial que os membros estejam inteirados dos eventos, projetos e outras e quaisquer atividades realizadas pela escola, colaborando para realização destes, somando com conhecimentos e experiências que vão acrescentar no bom funcionamento da Unidade Escolar.


ESCOLA MUNICIPAL CORONEL ALZIRO SANTIAGO

Estrada do Mazomba, s/nº, Mazombinha
CEP: 23830-250

Tel: 2687-9647

Direção: Elisabete Fernandes Correa Viana

Coordenador Responsável da Postagem: Elisabete Fernandes Correa Viana

E-mail:
escolazlirosantiago@itaguai.rj.gov.br

“A Educação é a base de todo o saber”

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: E.M.Alexandre Ignácio - A Importância do Conselho Escolar.

A Importância do Conselho Escolar

O Conselho Escolar é de extrema importância para a Unidade Escolar, pois contribui para aproximar as famílias e a comunidade, promovendo ações que facilitam para a melhoria da qualidade de ensino e mediando para que ocorra uma gestão democrática.


Nosso Compromisso social.

O compromisso envolve uma decisão lúcida e profunda em um plano do concreto. E surge a questão: "Quem pode comprometer-se?"

A resposta a esta questão, voltada para a visão ontológica do sujeito do compromisso, conduz , através da análise da natureza do ser que é capaz de comprometer-se, a busca da essência do ato comprometido.

A primeira condição de comprometimento é a capacidade de agir e refletir, de abstrair-se do mundo e poder compreender o condicionamento da consciência.



E.M.Alexandre Ignácio

Estrada do Caçador s/n - Ibituporanga

Dirigente Escolar: Profª. Ninah de Freitas Ribeiro

Responsável pela postagem: Érica Fonseca Ribeiro
“ A escola será cada vez melhor na medida em que cada um se comporte como colega, amigo e irmão.” Paulo Freire

SMEC - ITAGUAÍ - RJ - APRESENTA: : Escola Municipal Prefeito Abeilard Goulart de Souza - A importância do Conselho Escolar na U.E




O Conselho Escolar foi implementado na Escola Municipal Prefeito Abeilard Goulart de Souza, com o objetivo de ser um elo entre todas as categorias formadoras da Unidade Escolar: alunos, pais, responsáveis, professores, direção, funcionários.
Sua presença vem para somar esforços no sentido de melhorar a qualidade de vida através da implantação de projetos integrando comunidade e comunidade escolar, e também, tentando dirimir quaisquer divergências que possam surgir dentro do ambiente escolar.

Sua importância revela-se por ampliar o horizonte de idéias, ao delegar responsabilidades na tomada de decisões e na sugestões de medidas educativas à membros da comunidade escolar, tornando-os relativamente ativos no âmbito da expectativa de melhorias, e não mais como meros expectadores.

Para que vejamos as efetivas melhorias no campo da educação, devemos todos trabalhar para que essas mudanças aconteçam. Todos devem unir-se para uma transformação na vida dos nossos alunos, não apenas esperando que essa mudança ocorra de uma maneira mágica, mas todos unidos para fazer acontecer.
É um dever de cada uma de nós, como cidadãos, trabalhando para uma mudança de valores.
Escola Municipal Prefeito Abeilard Goulart de Souza


Endereço: Rua Jonas Costa Pereira S/Nº - Parque Paraíso – Itaguaí –RJ CEP: 23815100


Tel.: 21 26885267

Direção Geral: Profª. Marina Henrique Belo Corrêa
Diretora Adjunta. Profª. Catarina Goret de Lima Santiago


Coordenadora responsável pela postagem da U.E. Erica Vieira de A. Araripe Corrêa

E-mail: escolaabeilardgoulart@itaguai.rj.gov.br


Blog-site: http://empabeilardgoulart.no.comunidades.net

“A primeira idéia que uma criança precisa ter é a da diferença entre bem e o mal. E a principal função do educador é cuidar para que ela não confunda o bem com a passividade e o mal com a atividade”

Maria Montessori - pedagoga italiana